quinta-feira, 29 de julho de 2010

A Seiva do Direito




















Travou-se mais uma luta
Não deixe o que não se deixa
Se derrame, com choro e com queixa
Pelo diamante da disputa


O teu direito é muda
que cresce, floresce até ser o Direito
Árvore grande de árduos preceitos
que não se cala, nem é surda


perante o grito estampido
da boca que se levanta
pela floresta que acampa
o direito adquirido


Só ficarei completamente satisfeito
quando o silêncio não se ouvir
diante da injustiça que vem consumir
todo ordenamento do Direito.


Henrique Rodrigues Soares - A Natureza das Coisas
Ao Rudolf von Ihering o Idealista do Direito

2 comentários:

REGGINA MOON disse...

Henrique,

Belíssimo verso!!

Que sempre se façam valer os Direitos, mesmo que a luta seja árdua e eterna...

perante o grito estampido
da boca que se levanta
pela floresta que acampa
o direito adquirido

Grande beijo e ótimo final de semana!

Reggina Moon

Em Preto E Branco Filmes E Séries disse...

Hey!

Gostaria de lhe convidar para visitar o nosso blog; caso você goste de filmes e séries antigas de uma passada por lá.
Nosso endereço é:

http://empretoebrancofilmeseseries.blogspot.com

Esperamos ansiosas por sua visita!
Muito obrigada pela atenção e desculpe-nos pelo inconveniente.

Bye.