quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Ritmo das Coisas














me experimentas com sal ou doce
me cumprimentas com mãos ou olhos
me facilitas com sorrisos
me acostumas com as horas


me costuras com os amores
me fascina com as cores
me engana com as flores
me escraviza com os sabores


mas, não me farto
mas, não me encontro...


os edifícios me sufocam
este barulho todo me ensurdece
estes andares femininos me provocam
a miséria me emudece


os grandes anúncios te convocam
para liquidação ou para prece
os carros se atropelam numa quermesse
os pedestres fazem sexo quando se tocam


mas, não me farto
mas, não me encontro...


Henrique Rodrigues Soares

Um comentário:

Instantes Poéticos disse...

Estava passeando pelo seu blog. Gostei dessa “insatisfação”!