domingo, 20 de fevereiro de 2011

Preciso Amar!


















Preciso novamente amar...
Amar com versos esquecidos
Preciso encontrar aquele olhar
Antigo e adormecido.


Amar de corpos aquecidos
De suor e odores atrevidos
Beijar perdendo os sentidos
Os limites e a libido.


Preciso novamente amar...
Amar como proibido
Saqueando e sendo perseguido
Comendo e sendo comido
Um lutar e ser vencido.


Amar como enlouquecido
Mar bravio que não pode ser contido
Perdendo respeito pelo temido
Num se pegar que nos deixa combalido.


Preciso Amar... Preciso Amar...
Ressuscitando a pegada do que foi falecido
Reanimando os beijos que estão adoecidos
Reatando os votos prometidos.


Henrique Rodrigues Soares – O que é a Verdade?

Um comentário:

REGGINA MOON disse...

Henrique,

Lindo demais o seu verso, como todos...vir aqui é sempre certeza de passar bons momentos de viagem em bela leitura, que nos fala direto ao coração!!

Parabéns pelo Dia do Blogueiro...tem selo no meu Blog pra voce...

Boa Semana!!!

Beijos,

Reggina Moon